English version

Princípios éticos

Os Directores da Conservar Património são os responsáveis últimos pela aceitação ou rejeição de um manuscrito.

Nenhum conflito de interesses ou qualquer outro tipo de discriminação positiva ou negativa deve interferir com as responsabilidades dos Directores para com um manuscrito submetido ou publicado.

Cabe aos Directores preservar o anonimato dos Revisores no decorrer dos processos de submissão e de revisão.

Trabalhos que não estejam em conformidade com os Princípios Éticos não serão aceites. Erros ou problemas detectados após a publicação serão investigados e, se comprovados, haverá lugar à publicação de correcções, retracções e/ou respostas.

Quaisquer eventuais erros ou questões éticas relativos a conteúdos publicados na Conservar Património podem ser assinalados, junto dos Directores, por Autores, Revisores ou pelos leitores da Revista, independentemente da sua data de publicação.

O compromisso primeiro dos Directores e do Conselho Editorial é para com a monitorização e salvaguarda da ética de publicação aqui declarada e para com a manutenção da integridade e boas práticas da publicação académica.

A submissão de um manuscrito pressupõe que os respectivos Autores aceitam os princípios éticos mencionados na secção dedicada aos Autores.

Os Revisores estão sujeitos aos princípios éticos, mencionados na secção dedicada aos Revisores, com os quais concordam no momento em que aceitam fazer uma revisão.

ARP | Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal