English version
N.º 9
2009
pp. 37-46

 

< Anterior Seguinte >

Artigo
Superfícies policromadas em terra

Maria Fernandes

Centro de Estudos Arqueológicos das Universidade de Coimbra e Porto

maria.aleixo@sapo.pt

Resumo

A arquitectura de terra é por definição uma construção frágil no início de vida. A sua resistência construtiva é conquistada e só adquire essas características ao fim de alguns anos, desde que a manutenção seja uma constante. Este ciclo de construção/conservação é um imperativo da arquitectura de terra; sem ele, não seria possível ainda hoje desfrutarmos de património com mais de 5 000 anos de existência. No panorama universal, as superfícies arquitectónicas de terra desempenham um papel fundamental - o da protecção dos paramentos subjacentes. A sucessiva manutenção destas camadas de protecção confere às construções de terra uma maior resistência à degradação física e durabilidade. Para além da função protectora, as superfícies em terra, ornamentadas ou lisas, coloridas ou não, desempenham ainda um forte papel decorativo, carregado de emoções, símbolos, magias, códigos e beleza únicos. O presente texto, apresentado no encontro Colours 2008 sob o título "Earth colours finishes in earthen architecture", tem como objectivo a descrição sumária de algumas técnicas decorativas de terra, dos seus múltiplos significados e símbolos, das cores, das formas e da sua actualidade em África, na América do Sul e na Ásia.

Palavras-chave

Arquitectura de terra
Superfícies arquitectónicas

Idioma

Português

DOI

10.14568/cp9_5

Download

PDF | Material adicional

Importar referência

RIS | Endnote

Citação

Conservar Património | APA | Chicago | NP405 | ABNT

Conservar Património:
Fernandes, M., 'Superfícies policromadas em terra', Conservar Património 9 (2009) 37-46, https://doi.org/10.14568/cp9_5.

APA:
Fernandes, M. (2009). Superfícies policromadas em terra. Conservar Património, 9 37-46. DOI:10.14568/cp9_5.

Chicago:
Fernandes, Maria. 2009. "Superfícies policromadas em terra." Conservar Património 9:37-46. doi:10.14568/cp9_5.

NP405:
FERNANDES, Maria – Superfícies policromadas em terra. Conservar Património. [Em linha]. 9 (2009) 37-46 [Consult. ]. Disponível em WWW: <URL:https://doi.org/10.14568/cp9_5>. ISSN 21829942.

ABNT:
FERNANDES, Maria. Superfícies policromadas em terra. Conservar Património, Lisboa, v. 9, p. 37-46, 2009. Disponível em: <https://doi.org/10.14568/cp9_5>. Acesso em: .

História

Recebido: 2009-07-12
Revisto: 2009-07-11
Aceite: 2009-02-05Online: 2017-10-3
Publicação: 2010-1-9

Referências

1 Oliver, P., Dwellings, the vernacular house world wide, Phaidon Press Limited, London (2003), 196, 204, 97-99.

2 Guillaud, H.; Houben, H., Traité de Construction en Terre, Ed. Parenthéses, Marseille (1989), 346, 342, 347.

3 Tolz, S.; Wartmann, T., 'Adobe Towns, a three part film series', in LEHM 2004, 4th International conference on building with earth, Dachverband Lehm, Weimar (2004) 316-319.

4 Abadomloora, B. L.; Taxil, G.; Kwami, M.; Moriset, S.; Savage, D., Navrongo, Cathedral, The Merge of Two Cultures, CRATerre, Villefontaine (2004), 16, 17, 14-16.

5 Mauger, T., Arabie jardin des peintres, architecture et art mural du Asîr, Ed. Adam Biro, Paris (2002), 250-258, 182-187, 258-261, 273.

6 Piqué, F.; Rainer, L., Les Bas-reliefs d'Aboney, L'Histoire racontée sur les murs. Ed. Adam Biro, Paris (1999), 35-45, 67, 62, 47-51.

7 Morales, R., 'La conservación de relieves de barro policromo en la costa norte de Peru', documento não publicado, Instituto Nacional de Cultura, Trujillo (1996).

8 Morales, R., 'Las Huacas de Moche, arquitetura y murales', documento não publicado, Instituto Nacional de Cultura, Trujillo (1996).

9 Sarano, V.; Sarano, F., 'Ghadames, the pearl of the desert', Afriqiyah Airways Inflight Magazine 40 (2008) 22-24.

10 Rainer, L., 'The tradition of Kassena wall paintings: Burkina Faso', in Terra 93, 7ª Conferência internacional sob o estudo e a conservação da arquitectura em terra, Direcção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais, Lisboa (1993) 441-443.

Endereço persistente: https://doi.org/10.14568/cp9_5


< Anterior Seguinte >
ARP | Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal