English version
N.º 6
2007
pp. 21-30

 

< Anterior Seguinte >

Artigo
Os materiais e as técnicas usados numa escultura barroca, do Museu de Santa Maria de Lamas, representando São Domingos

Carolina Barata1,2,*, António João Cruz2,3, Jorgelina Carballo1,2, Maria Eduarda Araújo4,5

1 Escola das Artes, Universidade Católica Portuguesa, R. Diogo Botelho, 1327, 4169-005 Porto, Portugal

2 Centro de Investigação em Ciências e Tecnologias das Artes (CITAR), R. Diogo Botelho, 1327, 4169-005 Porto, Portugal

3 Departamento de Arte, Conservação e Restauro, Escola Superior de Tecnologia de Tomar, Estrada da Serra, 2300-313 Tomar, Portugal

4 Departamento de Química e Bioquímica, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Campo Grande, Ed. C8, 1749-016 Lisboa, Portugal

5 Centro de Química e Bioquímica, Campo Grande, Ed. C8, 1749-016 Lisboa, Portugal

* cbarata@porto.ucp.pt

Resumo

Uma escultura sobre madeira, do Museu de Santa Maria de Lamas, representando São Domingos, datável da primeira metade do século XVIII e com características eruditas, foi objecto de estudo que teve como principal objectivo a identificação dos materiais e a caracterização das técnicas utilizadas na sua execução. Usou-se a radiografia para a análise do suporte de madeira, a microscopia óptica de reflexão com e sem luz polarizada (PLM e OM) para a caracterização estratigráfica e identificação de materiais, e a espectrometria de fluorescência de raios X dispersiva de energias (EDXRF), a espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier (FTIR) e testes microquímicos para a identificação de pigmentos e cargas.Os materiais identificados eram comuns na época: gesso, folha de ouro, bolo-arménio, branco de chumbo, ocre castanho, vermelhão, pigmento preto de carbono (a que possivelmente foi adicionado verdete como secante), laca vermelha e composto de cálcio como carga. Em termos de procedimentos, no entanto, não parece terem sido completamente seguidas as recomendações da época a respeito da preparação, possivelmente por razões económicas.Motivos semelhantes levaram ao uso de branco de chumbo com carga de composto de cálcio nas zonas menos nobres da escultura e permitem explicar que o estofado tenha ficado limitado às zonas visíveis das vestes.

Palavras-chave

Escultura policromada
Materiais
Técnicas
Análise
Pigmentos

Idioma

Português

DOI

10.14568/cp6_3

Download

PDF | Material adicional

Importar referência

RIS | Endnote

Citação

Conservar Património | APA | Chicago | NP405 | ABNT

Conservar Património:
Barata, C.; Cruz, A. J.; Carballo, J.; Araújo, M. E., 'Os materiais e as técnicas usados numa escultura barroca, do Museu de Santa Maria de Lamas, representando São Domingos', Conservar Património 6 (2007) 21-30, https://doi.org/10.14568/cp6_3.

APA:
Barata, C., Cruz, A. J., Carballo, J., & Araújo, M. E. (2007). Os materiais e as técnicas usados numa escultura barroca, do Museu de Santa Maria de Lamas, representando São Domingos. Conservar Património, 6 21-30. DOI:10.14568/cp6_3.

Chicago:
Barata, Carolina, António João Cruz, Jorgelina Carballo, and Maria Eduarda Araújo. 2007. "Os materiais e as técnicas usados numa escultura barroca, do Museu de Santa Maria de Lamas, representando São Domingos." Conservar Património 6:21-30. doi:10.14568/cp6_3.

NP405:
BARATA, Carolina [et al.] – Os materiais e as técnicas usados numa escultura barroca, do Museu de Santa Maria de Lamas, representando São Domingos. Conservar Património. [Em linha]. 6 (2007) 21-30 [Consult. ]. Disponível em WWW: <URL:https://doi.org/10.14568/cp6_3>. ISSN 21829942.

ABNT:
BARATA, Carolina et al. Os materiais e as técnicas usados numa escultura barroca, do Museu de Santa Maria de Lamas, representando São Domingos. Conservar Património, Lisboa, v. 6, p. 21-30, 2007. Disponível em: <https://doi.org/10.14568/cp6_3>. Acesso em: .

História

Online: 2017-10-3
Publicação: 2009-2-1

Referências

1 Seruya, A. I. (ed.), Policromia. A escultura policromada religiosa dos séculos XVII e XVIII. Estudo comparativo das técnicas, alterações e conservação em Portugal, Espanha e Bélgica, Instituto Português de Conservação e Restauro, Lisboa (2002).

2 Ferreira, S., informação pessoal (2007).

3 Alves, N. M. F., A Arte da Talha no Porto na Época barroca - Artistas e Clientela, Materiais e Técnicas, Arquivo Histórico da Câmara Municipal do Porto, Porto (1989).

4 Nunes, F., Arte da Pintura, Symmetria e Perspectiva, Lisboa (1615).

5 Pacheco, F., El Arte de la Pintura, edição, introdução e notas de Bonaventura Bassegoda, Ediciones Cátedra, Madrid (1990).

6 Richter, M.; Schäfer, S.; Van Loon, A., 'El tratado "Arte de la Pintura" de Francisco Pacheco y su influencia en la técnica de ejecución de las encarnaciones en la escultura alemana del siglo XVIII: primeros resultados obtenidos de análisis avanzados realizados en micromuestras', in Investigación en Conservación y Restauración. II Congresso del Grupo Español del IIC, Museu Nacional d'Art de Catalunya, Barcelona (2005) 225-234.

7 Serck-Dewaide, M. 'Les techniques utilisées dans l'art baroque religieux des XVIIe et XVIIIe siècles au Portugal, en Espagne et en Belgique', in Policromia. A escultura policromada religiosa dos séculos XVII e XVIII. Estudo comparativo das técnicas, alterações e conservação em Portugal, Espanha e Bélgica, ed. A. I. Seruya, Instituto Português de Conservação e Restauro, Lisboa (2002) 119-155.

8 Barata, C.; Cruz, A. J.; Carballo, J.; Araújo, M. E.; Teixeira, V. 'Forma e matéria: a escultura barroca de Santo Estêvão do Museu de Santa Maria de Lamas, Portugal', Imagem Brasileira 5 (aceite para publicação).

9 Kirby, J.; Spring, M.; Higgitt, C., 'The technology of red lake pigment manufacture: study of the dyestuff substrate', National Gallery Technical Bulletin 26 (2005) 71-87.

10 Segredos Necessários para os Officios, Artes, e Manufacturas. Tomo II, Offic. de Simão Thaddeo Ferreira, Lisboa (1794).

11 Sá, A. M., 'Abraão B. Judah Ibn Hayyim. O livro de como se fazem as cores', Revista da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa 4 (1960) 210-223.

12 Cardoso, I. P., '18th century church altarpieces in the Algarve, Portugal: A comparison of the historical documents to the results of the microscopical analysis', Infocus, 41(4) (2006) 64-86.

13 Colina Tejeda, L., El oro en hoja. Aplicación y tratamiento sobre soportes móviles tradicionales, muro y resinas, tese de doutoramento, Universidad Complutense de Madrid, Madrid (2001).

14 Palomino, A., El Museo Pictorico, y Escala Óptica. Tomo Segundo, Madrid (1724).

Endereço persistente: https://doi.org/10.14568/cp6_3


< Anterior Seguinte >
ARP | Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal