English version
N.º 25
2017
pp. 37-41

 

< Anterior Seguinte >

Nota
Duas catástrofes históricas: o Grande Incêndio de Londres e o Terramoto de Lisboa de 1755 - efeitos no Património Artístico e atitudes de recuperação

Madalena Costa Lima1,2,3,, Maria João Baptista Neto1 

1 ARTIS - Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa, Alameda da Universidade 1600-214 Lisboa, Portugal

2 Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (CLEPUL-FLUL), Alameda da Universidade 1600-214 Lisboa, Portugal

3 Cátedra Infante Dom Henrique de Estudos Insulares e da Globalização - Universidade Aberta (CIDH-UAb), Rua da Escola Politécnica, 141, 1269-001 Lisboa, Portugal

* madalena.costalima@gmail.com

Resumo

O incêndio de Londres em 1666 e o terramoto de 1755 em Lisboa contam-se entre os acontecimentos que maior destruição causaram, nomeadamente sobre o património, na Europa da Época Moderna. As circunstâncias políticas e culturais distintas das duas capitais e dos respetivos reinos traduziram-se em modos diversos de recuperar aquelas duas cidades. Não obstante as diferentes opções assumidas no plano urbanístico, observa-se que as preocupações e os preceitos de prevenção testemunhados na reedificação de ambas, bem como as práticas de demolir, reaproveitar ou reparar o património que sobreviveu aos cataclismos foram comuns. Neste artigo, consideram-se as decisões tomadas no quadro das respetivas reabilitações e as várias matizes de sensibilidade ou consciência patrimonial manifestadas nas ocasiões.

Palavras-chave

Património Arquitetónico
Demolir
Reutilizar
Consertar
Reedificar

Idioma

Português

DOI

10.14568/cp2016047

Download

PDF

Importar referência

RIS | Endnote

Citação

Conservar Património | APA | Chicago | NP405 | ABNT

Conservar Património:
Lima, M. C.; Neto, M. J. B., 'Duas catástrofes históricas: o Grande Incêndio de Londres e o Terramoto de Lisboa de 1755 - efeitos no Património Artístico e atitudes de recuperação', Conservar Património 25 (2017) 37-41, https://doi.org/10.14568/cp2016047.

APA:
Lima, M. C., & Neto, M. J. B. (2017). Duas catástrofes históricas: o Grande Incêndio de Londres e o Terramoto de Lisboa de 1755 - efeitos no Património Artístico e atitudes de recuperação. Conservar Património, 25 37-41. DOI:10.14568/cp2016047.

Chicago:
Lima, Madalena Costa, and Maria João Baptista Neto. 2017. "Duas catástrofes históricas: o Grande Incêndio de Londres e o Terramoto de Lisboa de 1755 - efeitos no Património Artístico e atitudes de recuperação." Conservar Património 25:37-41. doi:10.14568/cp2016047.

NP405:
LIMA, Madalena Costa; NETO, Maria João Baptista – Duas catástrofes históricas: o Grande Incêndio de Londres e o Terramoto de Lisboa de 1755 - efeitos no Património Artístico e atitudes de recuperação. Conservar Património. [Em linha]. 25 (2017) 37-41 [Consult. ]. Disponível em WWW: <URL:https://doi.org/10.14568/cp2016047>. ISSN 21829942.

ABNT:
LIMA, Madalena Costa; NETO, Maria João Baptista. Duas catástrofes históricas: o Grande Incêndio de Londres e o Terramoto de Lisboa de 1755 - efeitos no Património Artístico e atitudes de recuperação. Conservar Património, Lisboa, v. 25, p. 37-41, 2017. Disponível em: <https://doi.org/10.14568/cp2016047>. Acesso em: .

História

Recebido: 2016-12-24
Revisto: 2017-2-14
Aceite: 2017-2-16
Online: 2017-2-23

Referências

1 Bell, W. G., The Great Fire of London, Bracken Books, London (1994).

2 Sousa, L. P., O Terramoto do 1.º de Novembro de 1755 em Portugal e um Estudo Demográfico, 4 vols., Serviços Geológicos, Lisboa (1919-1932).

3 Araújo, A. C. (ed.), O Terramoto de 1755. Impactos Históricos, Livros Horizonte, Lisboa (2007).

4 Buesco, H. C., Cordeiro, G. (eds.), O Grande Terramoto de Lisboa: Ficar Diferente, Edições Colibri, Lisboa (2006).

5 Robinson, B., "London's burning: the great fire", BBC History, http://www.bbc.co.uk/history/british/civil_war_revolution/great_fire_01.shtml (acesso em 2016-11-24) 6 Murteira, M. H. C., 'A place for Lisbon in the eighteenth century Europe: Lisbon, London and Edinburgh, a town-planning comparative study', tese de doutoramento, University of Ediburgh (2004).

7 The Great Fire of London, Museum of London, London Metropolitan Archives, Guildhall Art Gallery, The Monument, http://www.fireoflondon.org.uk (acesso em 24-22-2016) 8 Matos, A.; Portugal, F., Lisboa em 1758. Memórias Paroquiais de Lisboa, Câmara Municipal de Lisboa, Lisboa (1974).

9 Reddaway, T. F., The Rebuilding of London After the Great Fire, London, Jonathan Cape, 1940.

10 Soo, L. M., Wren's 'Tracts' on Architecture and Other Writings, Cambridge University Press, Cambridge (1998) 11 França, J.-A., Lisboa Pombalina e o Iluminismo, 3.ª ed., Bertrand, Venda Nova (1983).

12 França, J.-A., A Reconstrução de Lisboa e a Arquitectura Pombalina, 3.ª ed., Instituto de Cultura e Língua Portuguesa, Lisboa (1989).

13 Rossa, W., 'Dissertação sobre reforma e renovação na cultura do território pombalino', in O Terramoto de 1755. Impactos históricos, ed. A. C. Araújo, Livros Horizonte, Lisboa (2007), 379-393.

14 Aires, C., Manuel da Maya e os Engenheiros Militares Portugueses no Terremoto de 1755, Imprensa Nacional, Lisboa (1910).

15 Lima, M. M. G. C., 'Conceitos e atitudes de intervenção arquitetónica em Portugal: 1755-1834', tese de doutoramento, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (2013), http://hdl.handle.net/10451/10741.

16 Bradley, S.; Pevsner, N., London: the City Churches (The Buildings of England), Penguin, London (1999).

17 Monumentos 21 (2004).

Endereço persistente: https://doi.org/10.14568/cp2016047


< Anterior Seguinte >
ARP | Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal