English version
N.º 27
2018
pp. 103-110

 

< Anterior Seguinte >

Notícia
Um projeto de salvaguarda integrada: estratégias de preservação e de comunicação de retábulos integrados em ermidas

Virgínia Glória Nascimento1,2,, Fernando António Baptista Pereira1 , António Candeias2 , Alice Nogueira Alves1 

1 Centro de Investigação e de Estudos em Belas-Artes, Secção Francisco de Holanda, Largo da Academia Nacional de Belas-Artes, 1249-058 Lisboa, Portugal

2 Laboratório HERCULES, Palácio do Vimioso, Largo Marquês de Marialva, 8, 7000-809 Évora, Portugal

* vgloriaanascimento@gmail.com

Resumo

O plano de salvaguarda integrada, apresentado neste artigo, tem como objetivo a criação de uma estratégia multidisciplinar de salvaguarda de retábulos integrados em ermidas no Alentejo. Este projeto conjuga os estudos histórico-artístico e técnico-material destes elementos, no sentido de se estabelecerem estratégias de conservação preventiva e de divulgação do valor patrimonial destes templos. Sendo a acessibilidade da informação a chave para uma estratégia de comunicação eficaz, apresentamos uma reflexão sobre as vantagens do estudo interdisciplinar e, sobre o modo como essa informação pode ser utilizada para promover a valorização e a preservação do património. A valorização histórica e artística dos edifícios religiosos deve considerar a sua realidade funcional, uma vez que o seu património integrado está diretamente relacionado com a utilização do espaço. Tendo em conta a dualidade tangível e intangível, que carateriza os edifícios religiosos iremos, ainda, analisar a influência que as funções do edifício assumiram na preservação dos bens artísticos nele contidos.

Palavras-chave

Retábulo
Ermidas
Património Integrado
Salvaguarda
Comunicação

Idioma

Português

DOI

10.14568/cp2016041

Download

PDF

Importar referência

RIS | Endnote

Citação

Conservar Património | APA | Chicago | NP405 | ABNT

Conservar Património:
Nascimento, V. G.; Pereira, F. A. B.; Candeias, A.; Alves, A. N., 'Um projeto de salvaguarda integrada: estratégias de preservação e de comunicação de retábulos integrados em ermidas', Conservar Património 27 (2018) 103-110, https://doi.org/10.14568/cp2016041.

APA:
Nascimento, V. G., Pereira, F. A. B., Candeias, A., & Alves, A. N. (2018). Um projeto de salvaguarda integrada: estratégias de preservação e de comunicação de retábulos integrados em ermidas. Conservar Património, 27 103-110. DOI:10.14568/cp2016041.

Chicago:
Nascimento, Virgínia Glória, Fernando António Baptista Pereira, António Candeias, and Alice Nogueira Alves. 2018. "Um projeto de salvaguarda integrada: estratégias de preservação e de comunicação de retábulos integrados em ermidas." Conservar Património 27:103-110. doi:10.14568/cp2016041.

NP405:
NASCIMENTO, Virgínia Glória [et al.] – Um projeto de salvaguarda integrada: estratégias de preservação e de comunicação de retábulos integrados em ermidas. Conservar Património. [Em linha]. 27 (2018) 103-110 [Consult. ]. Disponível em WWW: <URL:https://doi.org/10.14568/cp2016041>. ISSN 21829942.

ABNT:
NASCIMENTO, Virgínia Glória et al. Um projeto de salvaguarda integrada: estratégias de preservação e de comunicação de retábulos integrados em ermidas. Conservar Património, Lisboa, v. 27, p. 103-110, 2018. Disponível em: <https://doi.org/10.14568/cp2016041>. Acesso em: .

História

Recebido: 2016-12-11
Revisto: 2017-3-10
Aceite: 2017-4-30
Online: 2017-6-7

Referências

1 Espanca, T., Inventário Artístico de Portugal. XII. Distrito de Beja - Concelhos de Alvito, Beja, Cuba, Ferreira do Alentejo e Vidigueira, t. I, Academia Nacional de Belas Artes, Lisboa (1992).

2 Lameira, F., O Retábulo em Portugal das Origens ao Declínio, Universidade do Algarve, Faro (2005).

3 Salteiro, I. O. P. S., 'Do Retábulo ainda: aos novos modos de o fazer e pensar', tese de doutoramento, Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, Lisboa (2005), http://hdl.handle.net/10451/1978.

4 Pereira, F. A. B., 'Imagens e histórias de devoção: espaço, tempo e narrativa na pintura portuguesa do renascimento (1450-1550), tese de doutoramento, vol. 1, Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, Lisboa (2001).

5 Serrão, V. M. G. V., '"Renovar", "repintar", "retocar": estratégias do pintor-restaurados em Portugal, do século XVI ao XIX. Razões ideológicas do iconoclasta destruidor e da iconofilia conservadora, ou o conceito de "restauro utilitarista" versus "restauro científico"', Conservar Património 3-4 (2006) 53-71, https://doi.org/10.14568/cp3-4_5.

6 'Pesquisa sobre pintura mural em Portugal', in Prim'Art Project - Redescoberta da ARTe Mural em Portugal: Estudo Histórico e Científico do Arquiepiscopado de Évora (1516-1615), Laboratório HERCULES, http://www.hercules.uevora.pt/PRIMART/muralpainting.php (acesso em 2017-02-20).

7 Lameira, F.; Goulart, A., Retábulos na Arquidiocese de Évora, Universidade do Algarve, Faro (2015).

8 Smith, R. C., A Talha em Portugal, Livros Horizonte, Lisboa (1962).

9 Salteiro, I. O. P. S., 'Retábulo - Casa de Santos', Santuários 1(2) (2014) 155-159, http://hdl.handle.net/10451/12372.

10 Espanca, T., Inventário Artístico de Portugal. VII. Concelho de Évora, t. I, Academia Nacional de Belas Artes, Lisboa (1966).

11 Espanca, T., Inventário Artístico de Portugal. IX. Distrito de Évora. Concelhos de Alandroal, Borba, Mourão, Portel Redondo, Reguengos de Monsaraz, Viana do Alentejo e Vila Viçosa, t. I, Academia Nacional de Belas Artes, Lisboa (1978).

12 'Inventário do Património Arquitetónico', in SIPA - Sistema de Informação para o Património Arquitetónico, Direção Geral do Património Cultural, http://www.monumentos.pt (acesso em 2017-03-03).

13 'Inventário online', in Inventário Artístico da Arquidiocese de Évora, Fundação Eugénio de Almeida e Arquidiocese de Évora, http://diocese-evora.inwebonline.net/geral.aspx (acesso em 2017-03-03).

14 Nascimento, V. G.; Alves, A. N., 'O património integrado em monumentos em funcionamento', in Congresso Ibero-Americano Património, suas Matérias e Imatérias, ed. M. Menezes, J. D. Rodrigues & D. Costa, Laboratório Nacional de Engenharia Civil, Lisboa (2016), https://www.researchgate.net/publication/310806333.

15 Rusillo, S. M.; Francés, G. M.; Colina, O. A., La Difusión Preventiva del Patrimonio Cultural, Trea, Gijón (2016).

16 Tilden, F., Interpreting Our Heritage, 3.ª ed., The University of North Carolina Press, Chapel Hill (1977).

17 Nascimento, V. G, 'O Mosteiro de Santa Clara do Funchal entre e além muros: A musealização de um monumento em funcionamento', tese de mestrado, Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, Lisboa, http://hdl.handle.net/10451/15734 (2014).

18 Pereira, C.; Henriques, F., Carriço, N.; Amaral, V. Ferreira; V. Candeias, A.; 'Reconstituição histórica virtual do retábulo-mor da Igreja do Espírito Santo de Évora: aplicação ao Património da infografia web-based', Conservar Património 24 (2016) 63-71, https://doi.org/10.14568/cp2015034.

19 'Paço dos Alcaides 3D - Montemor-o-Novo 1534' (2016), in MorBase, Município de Montemor-o-Novo, http://montemorbase.com/noticia/paco-dos-alcaides (acesso em 2017-06-02)

Endereço persistente: https://doi.org/10.14568/cp2016041


< Anterior Seguinte >
ARP | Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal