English version
N.º 25
2017
pp. 15-22

 

< Anterior Seguinte >

Artigo
Mudança de paradigma na Conservação e Restauro após a catástrofe: o caso de estudo dos Documentos Gráficos

Maria da Conceição Lopes Casanova 

Museu Nacional de História Natural e da Ciência - ULisboa , Rua da Escola Politécnica, 56-58, 1250-102 Lisboa, Portugal

Departamento de Conservação e Restauro, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa, Campus Caparica, 2829-516 Caparica, Portugal

mccasanova@museus.ulisboa.pt

Resumo

Com este artigo pretende-se abordar o papel da catástrofe, enquanto motor de alterações profundas, para a mudança de paradigma na intervenção de conservação e restauro de documentos gráficos, com base em diferentes casos de estudo que integram as duas tipologias de acidente que mais frequentemente afetam as obras em papel: a inundação e o incêndio. Tomam-se como exemplos a inundação de Florença, em 1966, que atingiu a Biblioteca Nazionale Centrale di Firenze, a partir da qual se rompeu, definitivamente, com o restauro mimético, e o incêndio do National Personal Records Center, de 1973, que facilitou a procura de métodos não invasivos para recuperação da informação, através do desenvolvimento de métodos preventivos e da aplicação do restauro digital no século XXI. Em paralelo, são colocados dois casos ocorridos em Portugal: a inundação da região de Lisboa em 1967, que afetou as coleções Calouste Gulbenkian, e o incêndio da Escola Politécnica, em 1978, que destruiu parte do Arquivo Histórico do Museu Bocage.

Palavras-chave

Inundações
Incêndios
Documentos gráficos
Restauro mimético
Conservação
Restauro digital

Idioma

Português

DOI

10.14568/cp2016034

Download

PDF

Importar referência

RIS | Endnote

Citação

Conservar Património | APA | Chicago | NP405 | ABNT

Conservar Património:
Casanova, M. C. L., 'Mudança de paradigma na Conservação e Restauro após a catástrofe: o caso de estudo dos Documentos Gráficos', Conservar Património 25 (2017) 15-22, https://doi.org/10.14568/cp2016034.

APA:
Casanova, M. C. L. (2017). Mudança de paradigma na Conservação e Restauro após a catástrofe: o caso de estudo dos Documentos Gráficos. Conservar Património, 25 15-22. DOI:10.14568/cp2016034.

Chicago:
Casanova, Maria da Conceição Lopes. 2017. "Mudança de paradigma na Conservação e Restauro após a catástrofe: o caso de estudo dos Documentos Gráficos." Conservar Património 25:15-22. doi:10.14568/cp2016034.

NP405:
CASANOVA, Maria da Conceição Lopes – Mudança de paradigma na Conservação e Restauro após a catástrofe: o caso de estudo dos Documentos Gráficos. Conservar Património. [Em linha]. 25 (2017) 15-22 [Consult. ]. Disponível em WWW: <URL:https://doi.org/10.14568/cp2016034>. ISSN 21829942.

ABNT:
CASANOVA, Maria da Conceição Lopes. Mudança de paradigma na Conservação e Restauro após a catástrofe: o caso de estudo dos Documentos Gráficos. Conservar Património, Lisboa, v. 25, p. 15-22, 2017. Disponível em: <https://doi.org/10.14568/cp2016034>. Acesso em: .

História

Recebido: 2016-12-1
Revisto: 2017-4-16
Aceite: 2017-4-28
Online: 2017-5-15

Referências

1 Waters, S., 'The development of mass treatments: an overview of the experience of book and paper conservators', in Conservation Legacies of the Florence Flood of 1966: Proceedings of the Symposium Commemorating the 40th Anniversary, ed. H. Spande, Archetype, London (2009) 16-28.

2 Cains, A., 'The work of the restoration centre in the Biblioteca Nazionale Centrale di Firenze 1967-1971', in Conservation Legacies of the Florence Flood of 1966: Proceedings of the Symposium Commemorating the 40th Anniversary, ed. H. Spande, Archetype, London (2009) 29-70.

3 Do Bisturi ao Laser: Oficina de Restauro, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa (1995).

4 Oficina de Restauro do Livro. Book Restoration Workshop, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa (1972).

5 Casanova, M. C., 'De artífice a cientista. Evolução da conservação e do estatuto profissional do conservadorrestaurador de documentos gráficos no AHU (1926-2006)', tese de doutoramento, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa (2012), https://run.unl.pt/handle/10362/8777.

6 Clarkson, C., 'Training in book conservation after the flood', in Conservation Legacies of the Florence Flood of 1966: Proceedings of the Symposium Commemorating the 40th Anniversary, ed. H. Spande, Archetype, London (2009) 71-84.

7 Nkrumah, J., 'Where is the progress?', in Conservation Legacies of the Florence Flood of 1966: Proceedings of the Symposium Commemorating the 40th Anniversary, ed. H. Spande, Archetype, London (2009) 85-88.

8 O'Neill, M. G.; Sribert, W., 'Burnt in memory: looking back, looking forward at the 1973 St. Louis fire', Prologue (2013) 30-35, https://www.archives.gov/publications/prologue/2013/spring/stl-fire.pdf (acesso em 2016-11-15).

9 Casanova, M. C.; Costa, E.; Moura, L., 'Conservar depois da catástrofe: o caso de estudo dos documentos queimados do Arquivo Histórico do Museu Bocage', Conservar Património 23 (2016) 125-131, https://doi.org/10.14568/cp2015035.

10 Póvoas, L.; Lopes, C. L.; Melo, I.; Correia, A. I.; Alves, M. J.; Cardoso, H.; Carvalho, A. M. G., 'O Museu Nacional de História Natural', in Património da Universidade de Lisboa - Ciência e Arte, ed. M. C. Lourenço & M. J. Neto, Tintada-China, Lisboa (2001) 17-36.

11 Alves, L. M. P.; Parente, M. C., 'Trabalhos preliminares e estudo para a recuperação dos livros salvados do incêndio da Faculdade de Ciências de Lisboa', relatório, Instituto José de Figueiredo, Lisboa (1986).

12 Gil, F. B.; Canelhas, M. G. S. (ed.), Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa: Passado-presente: Perspectivas Futuras, Museu de Ciência da Universidade de Lisboa, Lisboa (1987).

13 Erickson, H. M.; Ogburn, J., 'retroReveal.org: semi-automated open-source algorithms andcrowdsourcing tools for the discovery, characterization and recovery of lost or obscured content', in Archiving Conference, Archiving 2012 Final Program and Proceedings, Society for Imaging Science and Technology, Springfield (2012) 88, http://www.imaging.org/site/PDFS/Reporter/Articles/REP27_3_ARCH2012_ERICKSON.pdf (acesso em 2016-11-15).

14 Bonnardot, A., Essai sur l'Art de Restaurer les Estampes et les Livres, 2.ª ed., Paris (1858), https://archive.org/details/essaisurlartdere00bonn (acesso em 2017-05-04).

15 Cockerell, D., Bookbinding and the Care of Books: A Text Book for Bookbinders and Librarians, New York (1902), https://archive.org/details/bookbindingcareo00cockrich (acesso em 2017-05-04).

16 Schweidler, M., The Restoration of Engravings, Drawings, Books, and Other Works on Paper, The Getty Conservation Institute, Los Angeles (2006).

Endereço persistente: https://doi.org/10.14568/cp2016034


< Anterior Seguinte >
ARP | Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal