English version
N.º 23
2016
pp. 9-14

 

< Anterior Seguinte >

Artigo
Uma sistematização do destacamento do vidrado em azulejos

João Manuel Mimoso1,*, Maria de Lurdes Esteves2

1 Laboratório Nacional de Engenharia Civil - LNEC, Avenida do Brasil 101, 1700-066 Lisboa, Portugal

2 Museu Nacional do Azulejo, Rua da Madre de Deus, 4, 1900-312 Lisboa, Portugal

* jmimoso@lnec.pt

Resumo

O destacamento do vidrado em azulejos constitui a degradação última, uma vez que conduz à perda da camada vítrea que constitui o suporte do conteúdo pictórico. Esta degradação é geralmente considerada de uma maneira difusa, dizendo-se que o vidrado está em perda ou em destacamento. Essa foi a abordagem seguida ao preparar um vocabulário da degradação dos azulejos, na definição de "vidrado em destacamento". No entanto mesmo uma observação superficial dos destacamentos do vidrado permite reconhecer tipos diversos, frequentemente relacionados com o craquelé, cujas morfologias mais comuns este artigo propõe sistematizar.

Palavras-chave

Degradação de azulejos
Destacamento do vidrado
Craquelé

Idioma

Português

DOI

10.14568/cp2015043

Download

PDF

Importar referência

RIS | Endnote

Citação

Conservar Património | APA | Chicago | NP405 | ABNT

Conservar Património:
Mimoso, J. M.; Esteves, M. L., 'Uma sistematização do destacamento do vidrado em azulejos', Conservar Património 23 (2016) 9-14, https://doi.org/10.14568/cp2015043.

APA:
Mimoso, J. M., & Esteves, M. L. (2016). Uma sistematização do destacamento do vidrado em azulejos. Conservar Património, 23 9-14. DOI:10.14568/cp2015043.

Chicago:
Mimoso, João Manuel, and Maria de Lurdes Esteves. 2016. "Uma sistematização do destacamento do vidrado em azulejos." Conservar Património 23:9-14. doi:10.14568/cp2015043.

NP405:
MIMOSO, João Manuel; ESTEVES, Maria de Lurdes – Uma sistematização do destacamento do vidrado em azulejos. Conservar Património. [Em linha]. 23 (2016) 9-14 [Consult. ]. Disponível em WWW: <URL:https://doi.org/10.14568/cp2015043>. ISSN 21829942.

ABNT:
MIMOSO, João Manuel; ESTEVES, Maria de Lurdes. Uma sistematização do destacamento do vidrado em azulejos. Conservar Património, Lisboa, v. 23, p. 9-14, 2016. Disponível em: <https://doi.org/10.14568/cp2015043>. Acesso em: .

História

Recebido: 2015-12-28
Revisto: 2016-5-7
Aceite: 2016-5-7
Online: 2016-5-23
Publicação: 2016-7-28

Referências

1 Mimoso, J. M.; Esteves, L., Vocabulário Ilustrado da Degradação dos Azulejos Históricos, Laboratório Nacional de Engenharia Civil, Lisboa (2011).

2 Pereira, S.; Mimoso, J. M.; Silva, A. S., Physical-chemical Characterization of Historic Portuguese Tiles. Relatório 23/2011, LNEC, Lisboa (2011).

3 Plesingerová, B.; Klapác, M.; Kovalcíková, M., 'Moisture expansion of porous biscuit bodies - reason of glaze cracking', Ceramics - Silikáty, 46(4) (2002), 159-165.

4 Mimoso, J. M.; Santos Silva, A.; Abreu, M. M.; Costa, D. R.; Gonçalves, T. D.; Coentro, S. X., 'Decay of historic azulejos in Portugal: an assessment of research needs', comunicação, International Seminar Conservation of Glazed Ceramic Tiles - Research and Practice, LNEC, Lisboa (2009), http://www-ext.lnec.pt/AzTek/download/Crackingfin090402aArial.pdf (acesso em 2016-05-06).

5 Mimoso, J. M.; Pereira, S.; Esteves, L., 'A matter of strength- measuring the glaze-biscuit adherence in Portuguese tiles', comunicação, Azulejar 2012, Universidade de Aveiro (2012).

6 Silva, A. S., 'Degradação do betão por reacções álcalis-sílica. Utilização de cinzas volantes e metacaulino para a sua prevenção', Tese de doutoramento, LNEC, Lisboa (2005).

Endereço persistente: https://doi.org/10.14568/cp2015043


< Anterior Seguinte >
ARP | Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal