Versão em português
N.º 27
2018
pp. 93-102

 

< Previous Next >

Intervention
A graphical documentation methodology for a contemporary artwork: Julio Resende’s garden bench of the Parnaso building in Oporto

Claudia Alquini1,*, Frederico Henriques1,2 , Joana Teixeira1 , Eduarda Vieira1 

1 Escola das Artes, CITAR, Universidade Católica Portuguesa, Rua de Diogo Botelho, n.° 1327, 4169-005 Porto, Portugal

2 Laboratório HERCULES, Universidade de Évora, Palácio do Vimioso, Largo Marquês de Marialva, n.º 8, 7000-809 Évora, Portugal

* claudiaalquini@gmail.com

Abstract

The present article aims to address some solutions to the problems of 2D and 3D graphical documentation in contemporary art objects. The garden bench by Júlio Resende in the Parnaso building located in the city of Porto was selected as a case study. With the combination of some systems of representation, it was intended to collect a comprehensive set of information that would enable the characterization of the object, as well as to establish the relation of applicability of the documentation methodology to the specific issues of the work with emphasis on support in the definition of intervention criteria and methods and, consequently, to present a documentation methodology for contemporary art. Starting from these premises the survey will be approached in different ways through 2D graphic registration, photogrammetry and 3D computer graphics.

Keywords

Contemporary art
Conservation
Graphical documentation
Digital technologies
Photogrammetry
Computer graphics

Language

Portuguese

Original title

Uma metodologia de documentação gráfica para uma obra de arte contemporânea: o banco de jardim de Júlio Resende do edifício Parnaso (Porto)

DOI

10.14568/cp2017006

Download

PDF

Download citation

RIS | Endnote

Citation

Conservar Património | APA | Chicago | NP405 | ABNT

Conservar Património:
Alquini, C.; Henriques, F.; Teixeira, J.; Vieira, E., 'Uma metodologia de documentação gráfica para uma obra de arte contemporânea: o banco de jardim de Júlio Resende do edifício Parnaso (Porto)', Conservar Património 27 (2018) 93-102, https://doi.org/10.14568/cp2017006.

APA:
Alquini, C., Henriques, F., Teixeira, J., & Vieira, E. (2018). Uma metodologia de documentação gráfica para uma obra de arte contemporânea: o banco de jardim de Júlio Resende do edifício Parnaso (Porto). Conservar Património, 27 93-102. DOI:10.14568/cp2017006.

Chicago:
Alquini, Claudia, Frederico Henriques, Joana Teixeira, and Eduarda Vieira. 2018. "Uma metodologia de documentação gráfica para uma obra de arte contemporânea: o banco de jardim de Júlio Resende do edifício Parnaso (Porto)." Conservar Património 27:93-102. doi:10.14568/cp2017006.

NP405:
ALQUINI, Claudia [et al.] – Uma metodologia de documentação gráfica para uma obra de arte contemporânea: o banco de jardim de Júlio Resende do edifício Parnaso (Porto). Conservar Património. [Em linha]. 27 (2018) 93-102 [Consult. ]. Disponível em WWW: <URL:https://doi.org/10.14568/cp2017006>. ISSN 21829942.

ABNT:
ALQUINI, Claudia et al. Uma metodologia de documentação gráfica para uma obra de arte contemporânea: o banco de jardim de Júlio Resende do edifício Parnaso (Porto). Conservar Património, Lisboa, v. 27, p. 93-102, 2018. Disponível em: <https://doi.org/10.14568/cp2017006>. Acesso em: .

History

Received: 2017-1-29
Revised: 2017-6-9
Accepted: 2017-6-26
Online: 2017-7-10

References

1 ‘Edifício Parnaso’, Fundação Instituto Arquitecto José Marques da Silva, Porto, PT FIMS JCLArq-1-1.1-1.1.1-001-0011 (1955-1959), http://arquivoatom.up.pt/index.php/parnaso (acesso em 2017-06-27).

2 Henriques, P. (ed.), Júlio Resende: Obra Cerâmica, Museu Nacional do Azulejo, Lisboa (1998).

3 Resende, J., Autobiografia: Júlio Resende, Editora O Jornal, Lisboa (1987).

4 Resende, J.; Mota, A.; Chaves, J. M., Júlio Resende: A Arte como Vida, Livraria Civilização Editora, Barcelos (1989).

5 Castro, L., ‘Murais cerâmicos em espaço público’, Boletim Interactivo da Associação Portuguesa de Historiadores de Arte 1 (2003) 1-12.

6 ‘Pesquisa do património classificado ou em vias de classificação’, in Património Cultural, Direção Geral do Património Cultural, Lisboa, http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/ (acesso em 2017-06-27).

7 ‘Portaria n.º 144/2013’, Diário da República – 2.ª Série 53 (2013-03-15) 9513-9514.

8 Montagud, L. G.; Gómez, F. D.; Dominguez, R.; Sanjuan, Y., ‘Tecnologías ópticas aplicadas al arte y a la documentación del patrimonio’, in Documentación Gráfica del Patrimonio, Ministerio de Cultura, Madrid (2011) 18-25.

9 Pereira, C.; Henriques, F.; Carriço, N.; Amaral, V.; Ferreira, T.; Candeias, A., ‘Reconstituição histórica virtual do retábulo-mor da Igreja do Espírito Santo de Évora: aplicação ao Património da infografia web-based’, Conservar Património 24 (2016) 63-71, https://doi.org/10.14568/cp2015034.

10 Almagro, A., ‘Veintidós años de experiencia de fotogrametría arquitectónica en la Escuela de Estudios Árabes, CSIC’, in Documentación Gráfica del Patrimonio, Ministerio de Cultura, Madrid (2011) 26-45.

11 Henriques, F.; Gonçalves, A.; Calvo, A., ‘Caracterização da densidade das lacunas em superfícies pictóricas com recurso a Sistemas de Informação Geográfica (SIG)’, Conservar Património 11 (2010) 3-11, https://doi.org/10.14568/cp11_1.

12 Dietz, C.; Catanzariti, G.; Presa, P. d. l.; Jimeno, A., ‘Técnicas no invasivas para el registro del Patrimonio Arqueológico’, in Documentación Gráfica del Patrimonio, Ministerio de Cultura, Madrid (2011) 118-130.

13 Nogueira, F. M. S., ‘Ferramentas digitais de baixo custo para o diagnóstico da degradação de bens arquitetônicos’, Revista Brasileira de Arqueometria, Restauração e Conservação 4(1) (2007) 196-199.

14 Brandi, C., Teoria do Restauro, Orion, Lisboa (2006).

15 Rava, A., ‘Metodi tradizionali e innovativi nel restauro dell’arte moderna’, in Arte Contemporanea. Conservazione e Restauro, Fundazione di Veneza e Società Editrice Umberto Allemandi & C., Torino (2005) 79-89.

16 Ausejo López-Cano, J., ‘Encuentro entre estética y restauración’, in Libro de Actas del 16º Internacional Meeting on Heritage Conservation, vol. 2, Universidad Politécnica de Valencia Editorial, Valencia (2006) 809-820.

17 González de Ubieta, M. R., Conservación y Restauración de Materiales Contemporáneos y Nuevas Tecnologías, Editorial Síntesis, Madrid (2010).

Stable url: https://doi.org/10.14568/cp2017006


< Previous Next >
ARP | Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal