Versão em português
N.º 27
2018
pp. 83-91

 

< Previous Next >

Intervention
Methodological study about the chromatic reintegration of a set of tile panels

Maria do Castelo Abreu Coutinho1,*, Ana Bailão2,3, Eduarda Vieira1,2

1 Escola das Artes, Universidade Católica Portuguesa, Rua Diogo de Botelho, 1327, 4169-005, Porto, Portugal

2 Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes, CITAR, Escola das Artes, Universidade Católica Portuguesa, Rua Diogo de Botelho, 1327, 4169-005, Porto, Portugal

3 Faculdade de Belas-Artes, Universidade de Lisboa, Largo da Academia Nacional de Belas-Artes, 1249-058, Lisboa, Portugal

* macoutinho92@gmail.com

Abstract

With this text we intend to present a study which focuses on a set of tile panels of unknown provenance and authorship, belonging to the Museu Nacional do Azulejo collection, Lisbon, Portugal, from the late seventeenth century. The painting technique makes it unique and justifies the intention of the museum to prepare one of them for permanent exhibition, despite the figurative lacunae. Therefore, among the conservation and restoration treatments to be carried out on this panel, the chromatic reintegration proved to be the biggest challenge. Based on an engraving of Gilles Rousselet (1610-1686), probably the one that served as inspiration for the artist who painted the panel, several proposals will be made in order to find a solution.

Keywords

Tiles
Museu Nacional do Azulejo
Conservation and restoration
Chromatic reintegration

Language

Portuguese

Original title

Estudo metodológico em torno da reintegração cromática de um conjunto de painéis azulejares

DOI

10.14568/cp2017004

Download

PDF

Download citation

RIS | Endnote

Citation

Conservar Património | APA | Chicago | NP405 | ABNT

Conservar Património:
Coutinho, M. C. A.; Bailão, A.; Vieira, E., 'Estudo metodológico em torno da reintegração cromática de um conjunto de painéis azulejares', Conservar Património 27 (2018) 83-91, https://doi.org/10.14568/cp2017004.

APA:
Coutinho, M. C. A., Bailão, A., & Vieira, E. (2018). Estudo metodológico em torno da reintegração cromática de um conjunto de painéis azulejares. Conservar Património, 27 83-91. DOI:10.14568/cp2017004.

Chicago:
Coutinho, Maria do Castelo Abreu, Ana Bailão, and Eduarda Vieira. 2018. "Estudo metodológico em torno da reintegração cromática de um conjunto de painéis azulejares." Conservar Património 27:83-91. doi:10.14568/cp2017004.

NP405:
COUTINHO, Maria do Castelo Abreu [et al.] – Estudo metodológico em torno da reintegração cromática de um conjunto de painéis azulejares. Conservar Património. [Em linha]. 27 (2018) 83-91 [Consult. ]. Disponível em WWW: <URL:https://doi.org/10.14568/cp2017004>. ISSN 21829942.

ABNT:
COUTINHO, Maria do Castelo Abreu; BAILÃO, Ana; VIEIRA, Eduarda. Estudo metodológico em torno da reintegração cromática de um conjunto de painéis azulejares. Conservar Património, Lisboa, v. 27, p. 83-91, 2018. Disponível em: <https://doi.org/10.14568/cp2017004>. Acesso em: .

History

Received: 2017-1-11
Revised: 2017-4-6
Accepted: 2017-4-30
Online: 2017-6-2

References

1 Appelbaum, B., Conservation Treatment Methodology, Elsevier, Oxford (2007).

2 Álvarez, J. J. L.; Álvarez, M. A., ‘La cerámica aplicada en arquitectura: hacia una normalización de los criterios de intervención’, Ge-conservación 1 (2010), 99-126, http://www.ge-iic.com/ojs/index.php/revista/article/view/15 (acesso em 2017-04-30).

3 Pereira, S. R.; Mendes, M. T; Esteves, L; Revez, M. J.; Mimoso, J. M, ‘Tipologias de preenchimento de lacunas no restauro de azulejos’, in De Viollet-Le-Duc à Carta de Veneza: Teoria e Prática do Restauro no Espaço Ibero-Americano, ed. J. D. Rodrigues, Lisboa (2014) 401-408.

4 Bailão, A., ‘Critérios de intervenção e estratégias para a avaliação da qualidade da reintegração cromática em pintura’, tese de doutoramento, Universidade Católica Portuguesa, Porto (2015), http://hdl.handle.net/10400.14/20111.

5 Bailão, A., ‘As técnicas de reintegração cromática na pintura: revisão historiográfica’, Ge-conservación 2 (2011), 45-63, http://www.ge-iic.com/ojs/index.php/revista/article/view/41 (acesso em 2017-04-30).

6 Mântua, A. A (ed.), Cores para a Arquitectura – Azulejaria Valenciana, Século XIII ao Século XVIII, Museu Nacional do Azulejo, Lisboa (2005).

7 Esteves, L.; Mimoso, J. M., ‘A abordagem estilística no restauro museológico de azulejos’, in De Viollet-Le-Duc à Carta de Veneza: Teoria e Prática do Restauro no Espaço Ibero-Americano, ed. J. D. Rodrigues, Lisboa (2014) 393-400.

8 Silva, T. P., ‘Devolver ao olhar: percurso e projecto expositivo no Museu Nacional do Azulejo’, dissertação de mestrado, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Lisboa (2014), http://hdl.handle.net/10451/20384.

9 Esteves, L.; Silva, T. P., ‘O restauro de azulejos com fragmentos cerâmicos: uma técnica desenvolvida no Museu Nacional do Azulejo’, comunicação, Congresso Azulejar, Universidade de Aveiro, Aveiro (2012).

10 Carvalho, M. R., ‘A pintura do azulejo em Portugal [1675-1725]: autorias e biografias – um novo paradigma’, tese de doutoramento, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Lisboa (2012), http://hdl.handle.net/10451/6527.

11 Almeida, P., ‘Apontamentos sobre a iconografia dos Eremitas na azulejaria seiscentista no Entre Douro e Minho’, Ciências e Técnicas do Património 4 (2005) 261-279.

12 Matos, M. A. P.; Pais, A. N.; Esteves, L., ‘Returning to the light. A project for the inventory and restoration of a large and unknown collection of azulejos from the MNAz’, comunicação, Congresso Azulejar, Universidade de Aveiro, Aveiro (2012).

13 Brandi, C., Teoria do Restauro, Orion, Lisboa (2006).

14 Rosa, L.; Vieira, E.; Coroado, J., ‘Conceitos e critérios de conservação e restauro em revestimentos azulejares de interior’, comunicação, Congresso Azulejar, Universidade de Aveiro, Aveiro (2012).

15 Mimoso, J. M.; Esteves, L., Vocabulário Ilustrado da Degradação dos Azulejos Históricos, LNEC, Lisboa (2011).

16 Ferber, R. (ed.), What Is A Survey, American Statistical Association, Washington, D.C. (1980).

17 Mimoso, J. M.; Chaban, A., ‘O recozimento de azulejos à luz da abordagem teórica ao restauro’, Conservar Património 23 (2016), 55-61, https://doi.org/10.14568/cp2015044.

Stable url: https://doi.org/10.14568/cp2017004


< Previous Next >
ARP | Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal