Versão em português
N.º 20
2014
pp. 53-63

 

< Previous Next >

Article
Chemical and mineralogical patterns, and luminescence dating of miniature terracotta high-reliefs

Maria Isabel Dias1,*, Maria Isabel Prudêncio1, Christopher Burbidge1, Rosa Marques1, Camila Remonatto2, Maria Luísa de Carvalho3,4, Agnès Le Gac3,5

1 Centro de Ciências e Tecnologias Nucleares - C2TN, Campus Tecnológico e Nuclear, Instituto Superior Técnico, Estrada Nacional 10, 2695-066 Bobadela, Loures, Portugal

2 Faculdade de Belas Artes, Universidade de Lisboa, Largo da Academia Nacional de Belas Artes, 1249-058 Lisboa, Portugal

3 Centro de Física Atómica, Universidade de Lisboa, Av. Prof. Gama Pinto 2, 1649-003 Lisboa, Portugal

4 Departamento de Física, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa, Campus de Caparica, 2829-516 Caparica, Portugal

5 Departamento de Conservação e Restauro, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa, Campus de Caparica, 2829-516 Caparica, Portugal

* isadias@ctn.ist.utl.pt

Abstract

Altos-relevos miniaturais em terracota policromada constituindo dois ciclos narrativos e pertencentes ao Museu Nacional de Arte Antiga (Lisboa) foram estudados. Pouco se sabe da sua autoria, contexto histórico-artístico e técnicas de produção. Perante a sua aparente semelhança formal e material, esta investigação procurou compreender as relações existentes entre estas obras em termos materiais, de fabrico e datação. A composição química dos corpos cerâmicos foi determinada pela análise por activação neutrónica e a composição mineral por difracção de raios X. Os aspectos cronológicos foram estudados por luminescência. Este estudo permitiu elucidar questões de cronologia, proveniência e de produção tecnológica quanto às matérias-primas e as temperaturas de cozedura usadas. Os resultados composicionais permitiram apontar para o recurso a matérias-primas distintas para os ciclos da Vida de São Francisco e da Paixão de Cristo e temperaturas de cozedura baixas. Os resultados de luminescência apontam para uma produção dos três altos-relevos analisados na segunda metade do século XVIII, em harmonia com os estudos de história de arte.

Keywords

INAA
XRD
TL/OSL
Terracotta
Sculpture
Cultural Heritage

Language

Portuguese

Original title

Estudo químico e mineralógico e datação por luminescência de altos-relevos miniaturais em terracota

DOI

10.14568/cp2014009

Download

PDF

Download citation

RIS | Endnote

Citation

Conservar Património | APA | Chicago | NP405 | ABNT

Conservar Património:
Dias, M. I.; Prudêncio, M. I.; Burbidge, C.; Marques, R.; Remonatto, C.; Carvalho, M. L.; Le Gac, A., 'Estudo químico e mineralógico e datação por luminescência de altos-relevos miniaturais em terracota', Conservar Património 20 (2014) 53-63, https://doi.org/10.14568/cp2014009.

APA:
Dias, M. I., Prudêncio, M. I., Burbidge, C., Marques, R., Remonatto, C., Carvalho, M. L., & Le Gac, A. (2014). Estudo químico e mineralógico e datação por luminescência de altos-relevos miniaturais em terracota. Conservar Património, 20 53-63. DOI:10.14568/cp2014009.

Chicago:
Dias, Maria Isabel, Maria Isabel Prudêncio, Christopher Burbidge, Rosa Marques, Camila Remonatto, Maria Luísa de Carvalho, and Agnès Le Gac. 2014. "Estudo químico e mineralógico e datação por luminescência de altos-relevos miniaturais em terracota." Conservar Património 20:53-63. doi:10.14568/cp2014009.

NP405:
DIAS, Maria Isabel [et al.] – Estudo químico e mineralógico e datação por luminescência de altos-relevos miniaturais em terracota. Conservar Património. [Em linha]. 20 (2014) 53-63 [Consult. ]. Disponível em WWW: <URL:https://doi.org/10.14568/cp2014009>. ISSN 21829942.

ABNT:
DIAS, Maria Isabel et al. Estudo químico e mineralógico e datação por luminescência de altos-relevos miniaturais em terracota. Conservar Património, Lisboa, v. 20, p. 53-63, 2014. Disponível em: <https://doi.org/10.14568/cp2014009>. Acesso em: .

History

Received: 2014-9-29
Revised: 2015-2-12
Accepted: 2015-2-19
Online: 2015-2-27
Publication: 2015-2-27

References

1 Le Gac, A.; Madeira, T. I.; Remonatto, C.; Nogueira, I; Franco, A.; Carvalho, M. L., 'Interpretation of the exuberant finishing touches applied to two sets of Portuguese small high-reliefs', in Polycrome Sculpture: Decorative Practice and Artistic Tradition, ed. K. Seymour (no prelo).

2 'Entradas Nº 1, Objectos procedentes de conventos e Egrejas', manuscrito, Arquivos do Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa (1912).

3 Vasconcelos, J. L. 'O Museu de São Nicolau', O Archeologo Português 21 (1916) 235-239.

4 Silva, A. V., As Freguesias de Lisboa (Estudo Histórico), Publicações Culturais da Câmara Municipal de Lisboa, Lisboa (1943).

5 Dias, M. I.; Prudêncio, M. I., 'Neutron activation analysis of Archaeological materials: an overview of the ITN NAA laboratory, Portugal', Archaeometry 49(2) (2007) 383-393, doi:10.1111/j.1475-4754.2007.00308.x.

6 Burbidge, C. I.; Trindade, M. J.; Cardoso, G. J. O.; Dias, M. I.; Oosterbeek, L.; Cruz, A.; Scarre, C.; Cura, P.; Caron, L.; Prudêncio, M. I.; Gouveia, A.; Franco, D.; Marques, R., 'Luminescence dating and associated analyses in transition landscapes of the Alto Ribatejo, Central Portugal', Quaternary Geochronology 20 (2014) 65-77, doi:10.1016/j.quageo.2013.11.002.

7 Burbidge, C. I.; Rodrigues, A. L.; Dias, M. I.; Prudêncio, M. I.; Cardoso. G., 'Optimisation of preparation and measurement protocols for luminescence dating of small samples from a suite of porcelains and faiences', Journal of Mediterranean Archaeology and Archaeometry 10(4) (2010), 53-60.

8 StatSoft, Inc. STATISTICA (data analysis software system), version 12 (2014).

9 Caeiro, B. M., Os Conventos de Lisboa, Distri Editora, Sacavém (1989).

Stable url: https://doi.org/10.14568/cp2014009


< Previous Next >
ARP | Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal